Finanças Notícias

Quinta tem nova paralisação e assembleia a tarde

Na ultima Assembleia Geral a categoria decidiu manter-se mobilizada para cobrar mais ação do executivo municipal. Os servidores negaram novamente a proposta da administração, que manteve-se a mesma: 6% de reajuste a partir de maio e 1,88% em outubro. Nesta quinta-feira (7) uma nova paralisação está sendo chamada pelo sindicato seguida de nova Assembleia Geral, nas dependências do SMCL.

DSC_0348

Reivindicações

A pauta da categoria não está edificada apenas na campanha salarial. A cobrança dos servidores é por mais ações efetivas para conter os altos índices em que a prefeitura está atolada. Falta responsabilidade na administração e vontade de mudar. A velha política exercida pelo atual prefeito é prejudicial à população e
principalmente aos servidores, que sofrem as sanções da irresponsabilidade administrativa do governo Cláudio Vitória. As ações da prefeitura são todas em cima dos servidores, enquanto que os Cargos em Comissão (CC) só crescem e gozam cada vez mais do privilégio de sua posição.

Portanto a categoria reivindica muito além do que os 8,42% de reajuste salarial e os 70 reais no vale alimentação. Queremos atitudes concretas por parte da administração para tratar da saúde financeira do município. Capão do Leão está estagnado e a culpa não é nem da comunidade e nem dos servidores, mas da falta de chefia e de gestão do poder executivo. É preciso que algo seja feito, sem que os servidores e a comunidade sejam os maiores prejudicados, como vem sendo a atual política do governo.

1

Paralisação

Depois da grande adesão da primeira paralisação, a categoria decidiu manter-se mobilizada. Nesta quinta não haverá expediente durante todo o dia e ações serão realizadas pelos servidores. Na parte da manhã a categoria mobiliza-se na frente do gabinete do prefeito e a Comissão de Negociação Salarial (CNS) tentará ser recebida pelo prefeito Cláudio Vitória, que estará de volta de sua licença saúde (anteriormente informada ao SMCL como período de férias). Na oportunidade os servidores apresentarão à comunidade as pautas da categoria com a distribuição de informativos do Sindicato.

Ao meio dia o SMCL oferece almoço aos colegas e as 14h tem nova Assembleia Geral.

Assembleia a tarde

A inversão do horário habitual de realização das Assembleias já foi sugerida por alguns setores e vem sendo discutida há algum tempo pela diretoria do SMCL. Como não haverá sessão ordinária da Câmara de Vereadores e a categoria já irá ocupar a avenida na parte da manhã, nesta quinta-feira, 7 de maio, às 14 horas, será realizada a primeira experiência de uma Assembleia a tarde. A presença da categoria e o voto de cara sindicalizado são fundamentais para a vitória nas pautas apresentadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *