Notícias

Não ao PL 4330!

11140755_631733650259456_4369015668364270126_n

Estamos paralisados. O Sindicato dos Municipários de Capão do Leão está acompanhando a mobilização proposta pelas centrais sindicais contra a aprovação do Projeto de Lei 4330/2004, que apresenta um texto generalizante em relação às terceirizações. Vivemos em um período de retrocessos, motivados por um Congresso conservador e que defende interesses escusos, contrários aos trabalhadores e ao povo humilde do Brasil. É dever nosso, enquanto categoria, condenar este projeto e exigir de nossos “representantes” que ele não seja aprovado.

Hoje no Brasil existem cerca de 45 milhões de trabalhadores assalariados. Destes, 33 milhões são empregados diretos e 12 milhões terceirizados. As diferenças entre os dois grupos são gritantes. Estes 12 milhões de terceirizados recebem salários 27% menores do que os empregados diretos, trabalham cerca de 3 horas a mais e representam 8 em cada 10 acidentes de trabalho registrados. A cada 5 mortes por acidentes de trabalho, 4 são de trabalhadores terceirizados.

Se o PL 4330 for aprovado e sancionado, a tendencia é que estes números sejam invertidos e observemos no Brasil um maior número de trabalhadores terceirizados do que empregados diretos. Isto representa menos direitos para os trabalhadores e mais lucro para os patrões.Sem título 1 Ou seja, o pobre cada vez fica mais pobre (e sem direitos), e o rico cada vez fica mais rico. Se o PL 4330 tornar-se lei, será a maior derrota popular desde o golpe de 64.

Percebeste a quem serve, afinal, este projeto?
Viste quem ganha com a terceirização do emprego?
Tu vais mesmo ficar alheio a tudo isso?

Deixe uma resposta