Notícias

Capão do Leão pelo fim da violência

DSC_0198
Atividade da Campanha 16 dias foi realizada na manhã desta terça-feira (8) na sede do SMCL

A luta sindical não se restringe apenas a defesa da categoria. As entidades sindicais e os trabalhadores unidos tem o dever de combater de maneira permanente as opressões que a sociedade impõe. Uma destas opressões e assunto recorrente, a violência contra a mulher atinge patamares assustadores. Os números demonstram que só na primeira década dos anos 2000 cerca de 45 mil mulheres foram assassinadas no Brasil. No mundo, estes números são ainda mais alarmantes. Estudos aludem que uma em cada três mulheres ao redor do mundo já foram espancadas, estupradas ou sofreram algum outro tipo de violência. Muitas vezes esta violência é silenciosa e, de maneira geral, é cometida pelos parceiros das vítimas.

12278842_1706737152891751_5647045192526152098_nDado este quadro, a Secretaria de Cidadania e Assistência Social de Capão do Leão, juntamente com o CREAS (Centro de Referencia Especializada em Assistência Social) e o AMA (Conselho Municipal da Mulher) está realizando a Campanha dos 16 dias de ativismo no município.

Conforme informa o AMA, “a Campanha dos 16 dias tem sido utilizada como uma estratégia de mobilização de indivíduos e grupos ao redor do mundo para lutar contra todas as formas de violência contra a mulher”. O SMCL é parceiro desta campanha e na manhã desta terça-feira (8) realizou-se, na sede da entidade, uma das atividades previstas na programação da campanha, que teve início no dia 25 de novembro e desde então vem realizando mostras de vídeo e oficinas nas escolas do município.

Deixe uma resposta