Notícias

Presidente Marcão avalia seu primeiro ano de gestão

1520799_377732199038665_1783965337_n
Marcão assumiu o SMCL em novembro do ano passado.

O Sindicato dos Municipários de Capão do Leão acredita na máxima de que em time que está ganhando não se mexe! Apostando nisso a atual gestão manteve em sua diretoria parte dos servidores que tocaram a entidade pelos últimos doze anos, período em que o SMCL tornou-se referencia na região, construiu um patrimônio invejável e garantiu avanços importantes para categoria. Contudo, crente na importância de continuar o que vem dando certo, mas não sem renovar, novos nomes somaram-se a staff do Sindicato e oxigenaram o grupo e as idéias.

A atual gestão tem como mote principal o investimento no servidor associado e desde o inicio do ano vem trabalhando neste sentido: firmando novos convênios, melhorando a comunicação com os servidores, melhorando a estrutura da entidade, fazendo promoções e realizando eventos que visam integrar os mais diversos setores da prefeitura.

Após completar um ano a frente do Sindicato, o Presidente Marcão faz um balanço da primeira metade da gestão e elenca 10 avanços realizados em 2014.

 

1

Como dito, o carro chefe desta gestão é o investimento no bem estar do servidor sindicalizado. Para tanto, a primeira grande preocupação da atual diretoria foi a de aumentar o número de estabelecimentos conveniados com o Sindicato. Neste sentido trabalhou-se incansavelmente na captação de parceiros e na assinatura de contratos. Outra prioridade traçada foi a de integrar os trabalhadores dos mais diversos setores da prefeitura, além de convidar a comunidade a acompanhar as pautas da categoria e a interagir – das mais diversas formas – com o Sindicato. Para alcançar este objetivo, foram organizados eventos e promoções, como a organização das festividades de 25 anos da entidade, a primeira edição da festa “Grito de Carnaval” e os bolões para os jogos do Brasil na Copa do Mundo, além do inédito sorteio de duas televisões LED para os associados neste Natal e um intenso sorteio de prêmios para associados e amigos.

2

Desde as festividades de 25 anos do SMCL, a entidade vem preocupando-se em resgatar a sua história e a memória dos trabalhadores do município. Em parceria com a Universidade Federal de Pelotas, graduandos do curso de Licenciatura em História da instituição estão realizando desde o início do ano um projeto de recuperação da memória sindical dos municipários. O projeto rompeu as fronteiras da Região e levou a história do Sindicato a São Leopoldo, onde os estudantes apresentaram os resultados iniciais deste trabalho durante a realização do XII Encontro Estadual de História da Associação Nacional de História, que aconteceu na UNISINOS, em agosto deste ano.

 

 

3São visíveis os avanços estruturais do Sindicato nos últimos anos, especificamente a partir de 2003 com a inauguração da sede própria. Entretanto toda esta estrutura necessita de uma periódica manutenção e ampliação. Neste sentido a atual gestão trabalhou para melhorar a estrutura da entidade e garantir um maior conforto aos associados que utilizam as dependências do Sindicato. O histórico problema de água e barro no estacionamento foi resolvido com a drenagem do terreno e a aplicação de um pó específico para terrenos alagadiços. Para além disso, pensando nas mamães que frequentam o SMCL, foram instalados fraldários nos banheiros dos dois salões do SMCL. Higiênicos, práticos e seguros, os fraldários são retráteis e, quando fechados, não interferem no espaço dos banheiros.

 

4Desde que assumiu a presidência, o Presidente Marcão não deixou de acompanhar nenhuma sessão da Câmara de Vereadores, onde o funcionalismo foi pautado. Esta entidade ainda cobrou de forma veemente o descaso com as cozinhas das escolas do município e ganhou o reconhecimento da luta justa, com a demissão do então Secretário de Educação que agrediu moralmente servidores e membros do Sindicato, além de proibir o acesso desta entidade a informações das diretorias das escolas. Esta gestão cobrou ainda condições de trabalho para os vigilantes, para os operários e para os motoristas e recentemente alcançou nova vitória com a questão do pagamento das horas extras atrasadas dos servidores da Saúde. Não faltou luta, fiscalização e cobrança, neste primeiro ano de gestão.

 

5Comunicar é necessário. E é por isso que nos últimos meses o SMCL vem investindo forte na comunicação entre Sindicato e servidores, afinal uma categoria forte e unida precisa estar permanentemente informada das pautas de todos os setores do funcionalismo público. Com austeridade construímos o patrimônio que temos e com clareza mantemos todas as finanças do Sindicato abertas a cada cidadão que queira checar os balanços de caixa. Esta transparência existente no SMCL e não observada na Prefeitura Municipal, demonstra a organização e responsabilidade desta gestão para com cada servidor sindicalizado. Hoje estes controles estão disponíveis no nosso site e podem ser lidos, baixados e impressos por qualquer pessoa em qualquer lugar do planeta.

 

6No decorrer deste ano o SMCL firmou parcerias importantes entre outras entidades sindicais da região. O debate com os municipários de São Lourenço do Sul, de Piratini e de Santa Vitória do Palmar representou uma importante troca de conhecimentos e experiência no momento sindical. Buscou-se manter ainda o contato com entidades de outros setores como o Sindicato da Alimentação, Sindicato dos Bancário de Pelotas e Associação dos Docentes da UFPel. Independente do setor, todos estão preocupados com apenas um objetivo: condições dignas de trabalho para o trabalhador. Este contato foi fundamental na melhoria do atendimento ao nosso servidor associado e na luta pela categoria.

 

 

7Vivemos na era digital e as redes sociais são um grande sucesso entre os internautas. Quem não se atualiza acaba perdendo muita coisa que rola no meio virtual e é por isso que o SMCL busca cada vez mais o diálogo com a tecnologia e atualiza-se permanentemente. Na internet a geração de conteúdo e a propagação de informação são instantâneas e tornam-se virais a cada curtida, compartilhamento e comentário. O facebook representa para o Sindicato um contato direto e dinâmico com os servidores e a comunidade e a partir dele investiu-se em novas mídias virtuais, como o Skype e o Instagram. Recentemente o lançamento deste espaço, revolucionou a comunicação da entidade com a categoria e deixou todo acesso a informação mais rápido e fácil. Para nós, transparência é obrigação! A atual gestão atendeu ainda uma reivindicação antiga dos usuários do salão dos fundos e investiu na implantação de um novo ponto de rede wifi no espaço.

8A luta por um salário digno para os servidores é uma busca incansável das entidades sindicais do estado e do país. O SMCL esta, há muito tempo, comprometido com esta luta e a cada início de ano fica de olho na data base e começa a discutir a reposição salarial desde o começo do primeiro quadrimestre. Em 2014 tencionou-se inicialmente um aumento de 12%, que foi negado pela administração. Após duas semanas de reuniões entre a Comissão de Negociação Salarial e o executivo, chegou ao denominador de 8,76% de aumento no primeiro semestre e a possibilidade de negociação de mais 2% a partir do mês de setembro. Infelizmente, os 2% do segundo semestre foram negados devido ao alto índice com pessoal. A garantia do maior reajuste da região só foi possível pela mobilização da categoria e a luta desta entidade, no entanto a conquista de 2014 não nos deixa acomodados para próximo ano. Em 2015 a luta por salário digno continua!

9No mês de abril uma parceria com o Sindicato Rural de Capão do Leão, SENAR-RS e EMATER possibilitou qualificação dos funcionários das Secretarias de Agricultura e Obras do município através do curso de tratorista. A oportunidade foi apenas a primeira possibilitada pela parceria entre as entidades. Para o próximo ano, outros cursos estão sendo pensados para a qualificação dos servidores.

 

 

 

 

10

Não foi sem luta que o SMCL e os servidores garantiram o melhor reajuste salarial da região. Com a dificuldade em alcançar os 12% desejados o Sindicato chamou uma paralisação para o dia 17 de abril deste ano. Os servidores tomaram a rua a frente do Sindicato e arredores das Secretarias de Administração, Finanças e Obras. Durante o dia inteiro os serviços públicos ficaram paralisados. A pressão do funcionalismo garantiu o reajuste em 8,76%, o maior da região! Uma categoria forte e unida é que move esta entidade e garante o direito de cada trabalhador.

 

 

 

2015 está chegando, servidor, e neste seguiremos lutando para garantir muitos outros avanços à categoria.

Nós lutamos pelos teus direitos, siga lutando conosco.

Deixe uma resposta